A nova Era começou

Os atores Zack Gottsagen e Shia Labeouf entram em cena

Em primeiro lugar, vamos definir essa imagem como uma grande conquista para todas as pessoas com T21 (síndrome de Down) e suas famílias e amigos: a imagem de Zack Gottsagen, um ator com T21, participando da entrega do Oscar.

Aplausos! Ele chegou lá! Ele foi muito aplaudido em sua entrada. É a primeira vez que um ator com T21 apresenta uma das premiações da Academia. Trata-se de uma grande conquista e de uma visibilidade enorme não somente para o próprio Zack, mas para todas as pessoas com síndrome de Down e também para todas as pessoas com deficiência e suas famílias, que possam ter se sentido representadas e incluídas na premiação do Oscar. Eu me senti assim.

As conquistas devem ser muito bem divulgadas, difundidas e celebradas. Nos dias de hoje, postadas também. Mas nem tudo são flores. Toda exposição é passível de críticas por meio das redes sociais e pelos meios de comunicação. E foi exatamente o que aconteceu com a apresentação deste domingo. O companheiro de Zack, o ator Shia Labeouf transmitiu ao público, ao menos ao público que ficou assistindo somente para vê-los, uma certa agitação, chamada por muitos de falta de paciência ou falta de sensibilidade durante a entrega do prêmio.

Ocorre que Shia ajudou Zack a abrir o envelope contendo a nomeação do prêmio e não esperou que ele lesse o nome do vencedor, dando a entender que o estivesse “atropelando”. O seu comportamento foi alvo de um dia inteiro de críticas nas redes sociais.

Em um primeiro momento as imagens geraram uma certa confusão, sendo que muitas pessoas que assistiram não sabiam se vibravam e ficavam felizes com o Zack no Oscar ou se logo deveriam se indignar com o “comportamento” de Shia. Houve um ar de decepção de quem estava do lado de cá da telinha.

Ocorre que Zack e Shia são companheiros e se tornaram amigos durante as gravações do longa “The peanut butter falcon”, filme de 2019, e há muita cumplicidade entre eles.

Nada justifica o que assistimos. Não? Mas será que não podemos repensar? Será que não podemos ficar um dia sem julgar? Será que sabendo desses fatos não podemos voltar atrás e reavaliar o comportamento de Shia? Se eles são amigos, pode ter sido descontração e camaradagem.

Uma amiga grande expert em T21 escreveu em suas redes que se Shia realmente tivesse perdido a paciência não o teria ajudado a abrir o envelope. Outra amiga, também mãe de uma criança com T21 escreveu que seria muito provável que ela não aguentasse e ela mesma tivesse aberto o envelope.

Será que os dois não estavam super nervosos com aquela plateia repleta de estrelas? Será que eles receberam alguma recomendação sobre como se portar na TV com uma pessoa com deficiência? Ou será que estavam atuando para chamar a atenção e para que todos nós ficássemos assim, com foco total neles?  

Li em um post que também comentava o caso acima uma lista de regras de comportamento para com as pessoas com T21, que demoram mais tempo para responder às perguntas. Era algo como: fale diretamente de frente com a pessoa, espere 10 segundos para obter a sua resposta, não repita a pergunta, não aumente o tom de voz, seja sucinto ao formular a sua pergunta ou, diga com poucas palavras o que deseja comunicar. Sim, é tudo verdade: há que ter paciência e esperar, há que ser sucinto e direto, há que economizar palavras na hora de comunicar. Mas, sinceramente, lá em cima daquele palco, se houve alguma instrução, eles se esqueceram.

Ainda há o fator tempo, porque é tudo super cronometrado. O prêmio deve ser entregue rapidamente e tudo isso o que já sabemos, mas que talvez não tenha sido pensado e muito menos adaptado para uma pessoa com deficiência que fala mais devagar e tem outro ritmo. Seguramente não foi adaptado e o que assistimos foi o retrato dessa inadequação.

No nosso mundo de imagens instantâneas, de likes, curtidas, selfies e registros de tudo e todos irrestritamente, as imagens valem muito. Elas parecem por si só dizer tudo. Mas não dizem. Nós estamos nos acostumando a viver somente a base de imagens. Estamos desaprendendo a ler e, principalmente, a refletir. E pensar é o que nos torna humanos. Nós somos todos humanos, demasiado humanos. Nós erramos e aprendemos com os nossos erros todos os benditos dias de nossas vidas. Shia e Zack são homens, são humanos e, portanto, são passíveis de erros, mas também de acertos. O show do Oscar é preparado por homens. Todos humanos. Há erros e acertos.

Há discursos que saem fora do padrão “agradeço a todos e agradeço à minha mãe” e são tão mais humanos, demasiadamente humanos e complexos, veja o discurso de Joaquim Phoenix, por exemplo. Por mais que recomendem, expliquem e instruam isso sai fora do alcance da coordenação do Oscar. As estrelas podem ser robóticas e repetitivas ou imprevisíveis, emotivas e inesquecíveis. E também podem ser lentas, se atrapalhar, se engasgar, tropeçar, chorar ou gargalhar. Qual o problema?

Vamos curtir essa grande aparição de Zack no mundo do cinema, vamos lembrar dos nossos atores brasileiros com T21 também! Vamos celebrar essa nova Era de visibilidade e representatividade para todas as pessoas com T21 e com alguma deficiência. A sua visibilidade é um grande passo para o reconhecimento de que todos nós somos diferentes. Ninguém é igual e esse é o grande legado da Natureza para as nossas vidas: a nossa individualidade única. Enxergar isso é respeitar a todas as pessoas, indistintamente. Viva a 7ª arte, viva o cinema, que está começando a abrir as portas para as pessoas com deficiência e a abrir mentes e corações ao redor do mundo. Julgar menos e conhecer mais é mais que um lema, é uma conduta de vida que beneficia a todos. 

Veja mais fotos e os vídeos da premiação em nosso instagram @papinhasforadeserie

1 comentário Adicione o seu

  1. Gabriela disse:

    Gostei muito do seu texto, todos nós somos passíveis a erros e fora o nervosismo de estar apresentando o Oscar.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s