Sem dentes (0 dentes)

Compartilho com você esta etapa da dieta do Dr. Zan Mustacchi que me sensibiliza muito e com a qual tive grande afinidade e explico o porquê: nesse momento em que o seu bebê está começando a comer, o que ele deve comer? Essa é a grande pergunta, certo?! Então muitos pediatras dizem que a criança deve começar a comer primeiro papinhas salgadas, para depois passar à introdução de frutas e eu, particularmente, não concordo com essa posição. A explicação dos pediatras é a de que os bebês ao começarem pela fruta, não vão querer comer mais a papinha salgada. No meu entendimento de mãe e de quem segue estudando várias dietas ao longo desses últimos anos, o alimento mais puro que existe é a fruta. E claro, quanto mais livre de pesticidas e agrotóxicos melhor, ou seja, se for orgânica, melhor. O seu bebê limpo e puro, que só tomou leite materno na vida deve começar comendo o quê? Fruta, claro!

Bem, então a recomendação do Dr. Zan Mustacchi, para a introdução alimentar, começa a partir dos 4 meses. Sim, os bebês com T21 (trissomia 21), síndrome de Down, podem começar a tomar um suquinho já com 4 meses, começar a experimentar as frutas com 5 meses e iniciar uma dieta regular com frutas a partir dos 6 meses. Genial!

Conforme afirma o próprio Dr. Zan Mustacchi, não há consenso entre as Sociedades Brasileira, Uruguaia, Argentina, Chilena ou Americana de Pediatria, mas ele explica que a razão para se iniciar já aos 4 meses com suco de fruta natural é a de que os bebês com T21, síndrome de Down, necessitam de maior ingesta de água e líquidos no corpo para realizar a hidrólise corretamente e nutrir mais e melhor a mente. Eu costumo dizer carinhosamente, “nutrir o cerebrozinho do bebê”, nesse caso nutrir e hidratar!

Em resumo, a introdução alimentar segundo a dieta do Dr. Zan Mustacchi, ADEMAIS DO ALEITAMENTO MATERNO, tem início assim:

4 meses completos:

SUCO DE FRUTA NATURAL: preparado em casa, SEM a adição de qualquer tipo de açúcar ou mel

Mamadeira de suco de 60 ml no total: dividir 30 ml com suco de fruta e 30 ml com água.

Horário: 11h da manhã

Repetir a mesma fruta por 3 dias consecutivos

+

5 meses completos, acrescentar à rotina do suco da manhã, agora TAMBÉM UM SUCO À TARDE:

SUCO DE FRUTA NATURAL: preparado em casa, SEM a adição de qualquer tipo de açúcar ou mel

Mamadeira de 60 ml no total: 60 ml de suco de fruta puro

Horário: 14h

Repetir a mesma fruta por 3 dias consecutivos

Frutas novas pela manhã e frutas já conhecidas à tarde

+

6 meses completos, ACRESCENTAR a essa rotina de sucos a ingesta de papinhas de frutas

PAPINHAS DE FRUTAS NATURAIS: frutas já conhecidas, preparadas em casa, SEM adição de qualquer tipo de açúcar ou mel.

Preparo: amassadas com o garfo ou mixer

Horário: 16h

Observações:

Com 5 meses é possível começar a oferecer as frutinhas para o seu bebê ir provando com a boca, sugando o suquinho, somente com a finalidade de ir conhecendo os sabores  e texturas das frutas. Ou seja, antes de preparar o suco de frutas você pode mostrar a fruta inteira para o seu bebê e oferecer a fruta para o seu bebê succionar, chupar e se lambuzar com a frutinha. Sempre com muita atenção para que o bebê não morda um pedaço, porque pode engasgar.

A repetição da fruta por 3 dias consecutivos serve para nos certificarmos que de o bebê não teve qualquer reação alérgica àquela fruta.

O horário para as frutas novas pela manhã é justamente para termos esse tempo de observação durante o dia. E, por isso as frutas repetidas são oferecidas durante a tarde.

Sobre a qualidade da água: este é um tópico de especial importância. A depender da cidade ou estado em que você se encontra a água de filtro não é recomendada, certo? Se já houve contaminação de solo em reservatórios de água, por exemplo, o melhor é utilizar água mineral da melhor qualidade. Caso você ainda tenha dúvidas para oferecer ao seu bebê, você sempre terá a opção de ferver a água e esfriá-la para oferecer com o suquinho dos 4 meses.

Salvo essa situação extrema, a melhor opção é ter um bom filtro de água, e os melhores são os de osmose inversa ou osmose reversa, os que produzem a água alcalina ou que transformem ou enriqueçam a água com hidrogênio ativo, água com Ph 7,0 que é considerada a água pura e filtros ionizadores.

Mas com quais frutas devo começar?

Essa é uma pergunta super frequente, que tenho respondido sempre, seja por email, nas palestras ou nas nossas contas nas redes sociais, do @Papinhasforadeserie e do @Downsinmitos. 

Então vamos lá!

Cada país, cada região tem suas frutas regionais. Vou expor o que eu considero super importante para responder a essa pergunta:

  • se estiver na estação da fruta, melhor, porque é nesse período que ela apresenta o seu máximo potencial;
  • se for orgânica, melhor ainda;
  • deve estar sempre madura, para não causar constipação;
  • frutas mais doces para começar e menos cítricas;
  • os mirtilos são super antioxidantes e, em geral não causam alergias, já o morango é mais alergênico e deve ser deixado para quando a criança já estiver acostumada com várias frutas.

Frutas para o suquinho dos 4 e 5 meses e para  começar a provar aos 5 meses:

  • no Brasil: laranja serra d’água porque é doce
  • no Uruguai: laranja de mesa ombligo (que é a laranja Bahia, porque é doce)
  • melão
  • pêra
  • mamão
  • manga
  • pêssego
  • ameixa
  • cereja
  • tangerina/ mandarina
  • mirtilos
  • romã
  • uva

Não listei maçã nem goiaba, porque causam constipação. Se for uma maçã orgânica com a casca, vale a pena tentar. A goiaba sempre causa constipação.

Caso o bebê tenha intestino preso (constipação), a água da ameixa pode ser ofertada. Se tomar mamadeira, uma forma é bater no liquidificador uma ameixa seca com a fórmula para oferecer batida na mamadeira. Ou utilizar a água da ameixa seca para preparar a mamadeira. Deixa-se algumas ameixas secas em um frasco esterilizado com água fervida na geladeira de um dia para o outro. A água fica turva e com essa água pode-se preparar a mamadeira.

Frutas para preparar papinhas aos 6 meses:

  • Banana
  • Caqui
  • Abacate
  • Manga
  • Melão
  • Pêssego

Para começar com as papinhas de frutas, o ideal é amassar com o garfo para manter a textura da fruta. No máximo, mixer. Liquidificador, não. É a mesma regra para o início das papinhas salgadas, mixer sim e liquidificador não, porque não queremos um suco, queremos que o bebê sinta a textura da fruta e aprenda a engolir e a mastigar.

Caso você tenha dificuldade com esse início da introdução alimentar, é sempre recomendável a ajuda de uma especialista no assunto: a fonoaudióloga! Ela vai te ensinar a dar a comida para o bebê. Isso aconteceu comigo! Aprendi várias coisas e algumas bem básicas são:

  1. a colher deve entrar na boca sempre de frente;
  2. a colher deve pousar na língua do bebê para que ele sinta a colher e faça o movimento correto de recolher o alimento com os lábios.

Consultar a lista de frutas e sucos para mais opções de papinhas combinadas.

Vale ressaltar que essa introdução alimentar ocorre em paralelo ao aleitamento materno. Ou seja, é fundamental o aleitamento materno até os 2 anos se possível, aportando incontáveis benefícios nutricionais para o bebê, especialmente quando a mãe segue uma dieta também específica e nutritiva.

Quando as frutas são ingeridas também pela mamãe, o bebê também recebe esses nutrientes pelo leite materno e sempre é mais fácil a aceitação das frutas ofertadas quando o bebê já as “provou”, seja durante a gravidez, seja durante o aleitamento materno, pelo leite da mamãe.

Lembre-se de que há uma dieta específica para a mamãe durante a fase do aleitamento materno. Se você estiver amamentando, clique aqui e acompanhe a dieta da mamãe para fortalecer o leite materno, inserindo alimentos ricos em nutrientes específicos para o desenvolvimento de bebês com T21.

Se o seu bebê toma complemento, o leite em pó via mamadeira, você também pode agregar frutas ao leite da mamadeira, para isso terá que bater no liquidificador e coar para servir na mamadeira. Algumas sugestões de frutas para misturar com o leite de fórmula:

  • mirtilos/blueberries
  • ameixa
  • cereja
  • manga
  • pêssego
  • abacate

Observações importantes:

Sempre é tempo! Sempre é cedo! Caso o seu bebê já tenha 6 meses ou mais e você esteja começando agora não se desespere! Comece aos poucos a introduzir as frutas e sucos.

E caso você esteja muito ansioso(a) para começar com as papinhas salgadas, mas o seu bebê ainda não tem dentes, comece pela primeira etapa das papinhas salgadas, ou seja, pela etapa em que ainda não estão incluídas as proteínas animais. Assim respeitará a evolução metabólica do organismo do seu bebê.

Nesse espaço, reproduzo com a devida autorização e citação, o que afirma o livro do Dr. Zan:

“Essa indução deve ser realizada a partir da sucção do mamilo materno, seguindo-se de favorecimento da mecânica de sucção com complementos hídricos e de minerais correlacionados com conteúdo existente no universo das frutas, a partir de 4 meses de idade. Talvez haja pertinência da atual posição pediátrica de restrição dos sucos até 2 anos de idade; mas não podemos esquecer que, na população com T21, há uma diluição corporal diferente e maior (fisiologia hidroeletrolítica) do que na população comum, e deve ser oferecido maior aporte hídrico respeitando restrições decorrentes, principalmente , de alterações cardíacas preexistentes.

Por esses motivos, sempre propomos a introdução do suco de frutas a partir do quarto mês completo de idade, ofertando uma diluição a 50% com um volume total primário de 60ml pela manhã (antes das 11h), considerando-se, portanto, 30ml de fruta, 30ml de água, repetidos em três dias consecutivos para nos assegurar de que não há evidência  de “alergias” ao suco das frutas a serem oferecidas.

A questão de o horário ser ainda pela manhã não é aleatória. As alergias mais severas costumam surgir até seis horas após o fator que as induz, e, portanto, se houver reação alérgica, ela se manifestará ainda durante o dia.

Ao longo de 30 dias, a criança terá a oportunidade de conhecer dez frutas diferentes. Após esse período, é recomendado oferecer os sucos de frutas já conhecidas nesse processo, mas em concentração máxima, sem a diluição em água, às 14h, respeitando a sequência de mudar a fruta a cada três dias. Deve-se, então, introduzir frutas novas pela manhã, diluídas em água, oferecer sucos concentrados à tarde e, após mais 30 dias, iniciar a oferta da papa de fruta já conhecida às 16h. Essa rotina permite um aporte nutricional rico e diversificado.”

(Trecho extraído do livro: MUSTACCHI, Zan; SALMONA, Patrícia; MUSTACCHI, Roberta. Trissomia 21 (síndrome de Down): nutrição, educação e saúde. São Paulo: Memnon, 2017, p. 274-275).

Lembre-se de consultar sempre a/o pediatra de seu filho ou filha. Para mais informações sobre os benefícios dessa dieta fora de série, clique aqui.

2 comentários Adicione o seu

  1. Andrea Braga Beal disse:

    Gostaria de receita de papanhas de hortaliças e brotos. Como posso fazer?

    Curtir

    1. Oi Andrea! As papinhas podem ser mais completas para ganhar mais consistência. As hortaliças e brotos acrescentamos ao final do preparo. Elas incrementam todas as receitas!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s