Chucrute fora de série!

Esta é uma receita de chucrute de repolho e cenoura, também conhecido como kimchi. Eu preparei duas versões (uma roxa e uma laranja) que ficaram fora de série!

A combinação com a cenoura é uma variação no chucrute tradicional, que leva somente o repolho.


Sobre os fermentados:
Os fermentados devem entrar na alimentação das pessoas com t21, síndrome de Down, porque são probióticos, os “amigos invisíveis” que povoam os nossos intestinos. Os probióticos são as bactérias boas, eles são leveduras vivas e microscópicas que promovem a saúde em seu estado ótimo, especialmente no sistema digestivo e intestinal.


Os probióticos são alimentos fora de série porque são antioxidantes e ajudam a:

  • eliminar toxinas
  • estimular o sistema imunológico
  • regular as funções intestinais e digestivas
  • restaurar a biodiversidade bacteriana do intestino, melhorando a digestão
  • combater alergias
  • produzir anticorpos
  • combater o estresse e a ansiedade
  • regular o peso
  • digerir gordura
  • digerir os alimentos em geral
  • alcalinizar o sangue
  • desintoxicar
    Comendo uma pequena porção de alimentos fermentados todos os dias podemos contribuir com o equilíbrio, a manutenção e a regeneração da nossa microbiota intestinal.
    Os fermentados são mais nutritivos do que os alimentos crus, como exemplo, o repolho em conserva aumenta em 30 vezes a sua potência de vitamina C (em relação ao repolho cru) e potencializa o efeito antioxidante do repolho roxo (e da cenoura roxa também)!
    E o chucrute é a forma mais simples de começar a preparar o nosso próprio probiótico caseiro.

Sobre o chucrute:
O chucrute é uma preparação fermentada a base de repolho originária principalmente da Alemanha, Suíça e Polônia. A conserva do repolho se dá mediante a ação de fermentação das bactérias que metabolizam os açúcares e produzem o ácido lático, que além de realçar o sabor, é o responsável por conservar o repolho, atuando como um conservante natural.

Essa tranformação e eliminação dos açucares dos alimentos fermentados é muito importante na alimentação das pessoas com T21, justamente para diminuir a ingesta de açúcar.


Há muitas versões de chucrutes: com repolho roxo, branco ou ambos, com beterraba, com cenoura, maçã verde, etc. Eles são ideais para acompanhar pratos com carnes e saladas e também podem ser servidos como antepasto.

Para a receita tradicional você vai precisar de:

  • um vidro esterilizado de boca larga o bastante para que você possa entrar com o punho fechado
  • um repolho roxo ou verde (se for orgânico, ainda melhor)
  • se quiser acrescentar a cenoura ralada na receita, 3 a 4 cenouras pequenas
  • sal grosso marinho iodado (pode ser rosa do Himalaia ou branco mesmo. Eu tenho utilizado o sal de Mossoró)
  • um escorredor de plástico (não utilize os de metal)

Acompanhe a receita completa, com o passo a passo, no nosso vídeo nesse link abaixo e saúde!

#probioticos #conservas #fermentados #chucrut #chucrute #kimchi #microbiotaintestinal #microbiota

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s