Beto Carrero World: um lindo projeto de parque inclusivo

Estivemos no Beto Carreiro World, em nossa viagem de carro a caminho do Rio Grande do Sul, neste dezembro de 2021. Mesmo com os ingressos já comprados, combinamos entre nós (meu marido e eu) que ficaríamos apenas se percebêssemos que a lotação, de fato, estivesse reduzida. E como, realmente estava muito tranquilo, resolvemos ficar.

O parque está promovendo a inclusão, com a venda de ingressos pela metade do valor para acompanhantes de pessoas com deficiência e grátis para pessoas com deficiência, que tenham mais de 5 anos de idade. A partir do ano que vem, quando o nosso filho completar 5 anos, já estará válido para nós também! Trata-se de uma nova política de inclusão do parque chamada “passaporte Kelly”.

O passaporte Kelly representa uma nova concepção inclusiva do parque, uma mostra de sensibilização advinda do histórico familiar do Beto Carrero, cuja filha caçula tem deficiência intelectual. 

Experiência de inclusão

Desde a entrada do parque fomos recebidos como visitantes VIPs e estacionamos o nosso veículo na área VIP.

O que gostaria de ressaltar é que pudemos experimentar a inclusão real que acontece no parque, em todos os brinquedos, aventuras e apresentações, shows e sessões de fotos. Eu diria inserção, sem distinção em todas as atividades, o que é maravilhoso. A verdadeira integração. A inclusão ocorre como uma espécie de cortesia para entrar nos brinquedos de forma prioritária, sem enfrentar filas, uma gesto de respeito às crianças e adultos com deficiência e um estímulo a sair a brincar.

O parque mostrou sua cultura de inclusão em relação à receptividade dos funcionários. Quando se trata do tema de prioridade para pessoas com deficiência, os monitores alegremente nos atenderam e orientaram em todas as ocasiões.

Inclusão em construção

Mas claro que a inclusão é uma construção e que algumas coisas ainda podem melhorar.  Como, por exemplo, o tema da prioridade poderia já estar liberada com alguma identificação,  como uma pulseirinha de prioridade logo na entrada. Se por um lado a pulseirinha é um rótulo, por outro pode facilitar a entrada nos brinquedos.

Não tenho certeza de qual é o melhor caminho, mas acho que é uma alternativa a ser pensada. Já que há pulseirinha de vários tipos, para identificar altura das crianças,  acompanhantes, vips, premium e aniversariantes, por exemplo.  Uma pulseirinha para prioridade abarcaria gestantes, idosos e pessoas com deficiência, todos com tratamento vip, que neste caso poderia significar Very Included People ou Very Inclusive Park! Que tal?

Acessibilidade

Eu também quero salientar que fiquei maravilhada porque, além de inclusivo, o parque é totalmente acessível para cadeirantes e pessoas que tenham alguma dificuldade de locomoção. Há também a possibilidade de se alugar carrinhos elétricos (scooters) tanto individuais como para duas pessoas (nós utilizamos o carrinho duplo para dois adultos e uma criança).

Outro aspecto é a acessibilidade para pessoas cegas e surdas que ainda deve ser implantada.

COVID-19

Eu não posso negar que estava tensa com a questão da COVID, (há quem diga neurótica), mas prefiro assim, o parque higienizava todos os brinquedos, na saída das atracões, borrifando álcool em todos os assentos após cada utilização.  Também houve devida higienização na nossa scooter. Contudo, confesso que levei o meu próprio esborrifador de álcool liquido 70°, além dos lenços umedecidos em álcool e o álcool em gel, amigo inseparável na guerra individual e coletiva contra o vírus.

Todos os atendentes do parque estavam de máscara e a maioria de luvas também.

Alimentação

E como não poderia faltar, deixo para o fim a questão da alimentação. Há uma praça de alimentação bem diversificada com várias opções. Mas ao longo do parque a maioria das opções é de lanches e snacks de pacotes. Claro que não se espera nada diferente de comidas práticas em um parque. Eu que sempre fui fã de pipoca doce não consegui comer a do parque porque veio cheia de um corante colorido (verde, azul, laranja, vermelha) e tinha gosto de laranja, então não deu pra matar a vontade mesmo. Eu retiraria o corante e o saborizante dessas pipocas porque elas ficam menos inocentes (os corantes são potencialmente cancerígenos), apesar de lindas…

A inclusão também pode estar presente na alimentação saudável.

Todas as iniciativas de inclusão são maravilhosamente bem vindas e devem ser exaltadas. Não se faz a inclusão do dia para a noite. A conscientização realizada através da conscientização das pessoas é o trabalho mais importante e o Beto Carreiro está de parabéns por tudo o que vem desenvolvendo nesse sentido.

Passamos um dia fora de série, maravilhoso e inesquecível! Nos divertimos muito mesmo! O Henrique, o nosso filho ficou encantado com o dia no parque Beto Carrero!

Seguramente voltaremos muitas vezes quando a pandemia acabar.

Somos muito gratos por iniciativas fora de série como essa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s